Foto: assessoria
Por conhecer a realidade dos municípios do Paraná, o deputado federal Zeca Dirceu sabe da realidade e carências da saúde pública do estado. Por essa razão, quando participou da decisão da Bancada do estado de destinar R$ 43 milhões para a saúde dos municípios do Paraná, o deputado já sabia em que área aplicar sua cota de investimentos. Assim, sua indicação vai beneficiar 24 municípios na aquisição de kits de fisioterapia e de transporte sanitário (ambulâncias). Cada kit no valor de R$ 40 mil e a ambulância de R$ 120 mil, totalizando quase R$1,3 milhão somente da cota do parlamentar.

O empenho dos recursos foi liberado pela Secretaria de Governo, para o Fundo Estadual de Saúde do Paraná. O empenho da emenda foi um esforço coletivo da Bancada Paranaense no Congresso, direcionada ao ministro da Saúde Ricardo Barros. O deputado federal Zeca Dirceu lembrou que a conquista para a saúde do Estado se deve também aos coordenadores da Bancada Federal do Paraná, em 2015, o deputado federal João Arruda e o atual, Toninho Wandscheer, pelo trabalho realizado à frente do colegiado. “Essa é uma vitória para todos os paranaenses. Minha cota de recursos será investida em 4 ambulâncias, e em 20 equipamentos para fisioterapia. Temos que parabenizar aos coordenadores Toninho, e do ano anterior, deputado João Arruda que conduziram todo o processo com muita eficiência e transparência”, pontuou.

Com os valores já empenhados, significa que estão com garantias no orçamento do Governo Federal. E, em breve serão pagos.

Histórico

Em 2015, a Bancada Paranaense apresentou emenda para a Saúde, e firmou compromisso de parceria com o secretário da pasta do Estado, Michelle Caputto Neto. Agora, na gestão do deputado Toninho Wandscheer, foi empenhado R$ 43 milhões pelo Ministério da Saúde, com aporte de mais R$ 33 milhões do governo estadual, somando um total de quase R$ 80 milhões em recursos para a Saúde do Paraná.

Com o empenho, os 33 parlamentares do Paraná indicaram as instituições que serão atendidas com estes investimentos. Veja abaixo a lista de municípios contemplados pelo deputado federal Zeca Dirceu:


Município
Objeto
Valor R$
Tapejara
kit fisioterapia
40.000,00
Tuneiras do Oeste
kit fisioterapia
40.000,00
São Carlos do Ivaí
kit fisioterapia
40.000,00
Doutor Camargo
kit fisioterapia
40.000,00
São Manoel do Paraná
kit fisioterapia
40.000,00
Douradina
kit fisioterapia
40.000,00
Xambrê
kit fisioterapia
40.000,00
Mariluz
kit fisioterapia
40.000,00
Altônia
kit fisioterapia
40.000,00
Moreira Sales
kit fisioterapia
40.000,00
Colorado
Transporte Sanitário
120.000,00
Engenheiro Beltrão
Transporte Sanitário
120.000,00
Mamborê
kit fisioterapia
40.000,00
Juranda
kit fisioterapia
40.000,00
Querência do Norte
Transporte Sanitário
120.000,00
Terra Rica
kit fisioterapia
40.000,00
Porto Rico
kit fisioterapia
40.000,00
Ramilândia
kit fisioterapia
40.000,00
Rio Bonito do Iguaçu
kit fisioterapia
40.000,00
Cantagalo
kit fisioterapia
40.000,00
Planalto
Transporte Sanitário
120.000,00
Salgado Filho
kit fisioterapia
40.000,00
Clevelândia
kit fisioterapia
40.000,00
Honório Serpa
kit fisioterapia
40.000,00
 Total destinado

1.280.000,00




Fonte: Assessoria
Assessoria 
A diretoria do Grêmio de Esportes Maringá confirmou nesta quarta-feira (15) a contratação de dois laterais: Igor, que atua pelo lado direito e defendeu recentemente a Matonense-SP e o esquerdo Maurim, ex-Independente, de Limeira-SP. Ambos estão contratados, e já iniciaram os treinamentos com os demais jogadores do Alvinegro.

O elenco do Grêmio Maringá mantém a rotina de treinamentos diários no Estádio Antonio Granzotto, em São Jorge do Ivaí. A pré-temporada para a estreia no Campeonato Paranaense da Segunda Divisão termina oficialmente na sexta-feira (17). Na manhã de sábado (18) a equipe segue viagem com destino a Prudentópolis. O time estreia no domingo (19), às 15h30, no Estadual. A partida será diante do Cascavel CR, no Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis.


Fonte: Assessoria 

Foto: Renato Baldissera/Eleven/Estadão Conteúdo
O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR) julgou todos os incidentes ocorridos no clássico Atletiba que não aconteceu no dia 19 de fevereiro, na Arena da Baixada. Em julgamento que durou quase seis horas, o TJD-PR absolveram os quarteto de arbitragem e os dirigentes de Atlético e Coritiba, mas multou a Federação Paranaense de Futebol (FPF) em R$ 20 mil que será destinado ao Hospital Pequeno Príncipe.

O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, os assistentes Weber Felipe da Silva e Júlio César de Souza e o quarto árbitro Rafael Traci foram denunciados no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por não cumprir ou dificultar o cumprimento de obrigação legal e mais no artigo 269 por recusar-se, sem justificativa, a iniciar a partida. Dois auditores votaram pela punição dos quatro árbitros, mas a maioria de votos foi pela absolvição.

Assim como a arbitragem, todos os dirigentes de Atlético e Coritiba que entraram no gramado da Arena da Baixada ou ficaram na boca do túnel foram absolvidos no artigo 258-B por invadir o local destinado para arbitragem ou local de jogo. No total foram nove profissionais que não foram condenados: Luiz Sallim Emed (presidente do Atlético); Marcio Lara (vice-presidente do Atlético); Mauro Holzmann (diretor de marketing do Atlético); Regina Bortoli (diretora jurídica do Atlético); José Fernando de Macedo (vice-presidente do Coritiba); Ernestro Pedroso (diretor institucional do Coritiba); Rodrigo Weinhardt (diretor de comunicação do Coritiba); Alex Brasil (diretor de futebol do Coritiba); Rafael Zucon (supervisor de futebol do Coritiba).

Já a FPF foi denunciada nos artigos 191, 206 – por atrasar o início da partida – e também 203 – por deixar de disputar a partida sem justa causa ou dar um motivo para a não realização. Os auditores definiram condenar apenas no artigo 203 com uma multa de R$ 20 mil.

Como foi o julgamento

A procuradoria do TJD-PR começou o julgamento mostrando todas as entrevistas feitas pelos dirigentes de Atlético e Coritiba e também destacou o trecho em que o quarto árbitro Rafael Traci disse que o jogo não começou por ordens do presidente da FPF, Hélio Cury.

Entretanto, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior negou que tenha recebido qualquer ordem do presidente da FPF para dar início ao jogo e apenas cumpriu o regulamento de não deixar pessoas consideradas “estranhas” na beira do gramado. “Reparei que tinha inúmeros dirigentes invadindo em campo e vindo falar comigo. Minha preocupação era o policiamento tirar essas pessoas e assim que tirassem, o jogo começaria. Não tinha nada a ver com transmissão de A, B ou C. Minha preocupação era cumprir o regulamento e eles saindo podiam ir para qualquer lugar. Eram pessoas estranhas que eu nem sei sabia quem era, podiam trazer risco para a partida”, explicou.

O próprio Traci corroborou que a informação não foi passada e admite que se “enrolou” após a vasta quantidade de informações passadas durante todo o acontecido. “Depois que entramos em campo, o vídeo já fazia uns 10 minutos da pequena confusão. Você escuta tanta coisa de transmissão, Hélio Cury, eu achei que teria algo a ver com transmissão, mas foi algo pessoal. Eu me enrolei e o vídeo é editado. Infelizmente, editaram a parte que foi de interesse”, declarou.

Responsável pelo credenciamento de todos os profissionais da imprensa, a supervisora da FPF, Júlia Abul-Hak, explicou que os responsáveis pela transmissão oficial dos clubes entraram por um outro portão e ressaltou que o diretor de marketing do Rubro-Negro Mauro Holzmann negou a saída de todos os profissionais não credenciados.

“Quando fui para o gramado, essas pessoas já estavam no gramado e estavam usando um colete que não é o que a gente fornece para a imprensa. Avisei a arbitragem dessa situação, fiz fotos dessas pessoas no gramado e avisei novamente que não poderiam ficar no gramado. Voltei no vestiário da arbitragem para confirmar que elas estavam entorno do gramado”, disse a supervisora. “Eu sugeri que ficasse no gramado o cinegrafista de cada clube mais as repórteres de cada clube. Essa sugestão não foi aceita e novamente o senhor Mauro Holzmann disse que ninguém saísse do gramado”, complementou.


Dos denunciados do Atlético, apenas a diretora jurídica Regina Bortoli esteve presente no TJD-PR e ressaltou que tentou um acordo para que os profissionais estivessem credenciados no dia do jogo. Já do lado do Coritiba, o diretor de futebol Alex Brasil, o supervisor de futebol Rafael Zucon e o responsável pelo setor de comunicação Rodrigo Weinhardt foram questionados e todos destacaram que o primeiro argumento para adiar o jogo era a transmissão nas redes sociais.


Fonte: Banda B
Fotos: Divulgação
Uma série de assaltos, a duas lojas de celulares que ficam no Shopping São José, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, terminou com dois ladrões presos momentos após o crime, que aconteceu na manhã desta terça-feira (14). A detenção aconteceu após um rápido trabalho da Guarda Municipal (GM), com o apoio dos seguranças do estabelecimento.


Segundo a GM, três marginais anunciaram o assalto a uma loja da Appe e outra da Samsung. A equipe foi acionada e conseguiu deter dois dos ladrões, além de recuperar os produtos roubados.

Arma localizado com os suspeitos
 “Logo após o comunicado do roubo, o cerco foi fechado e a equipe que estava mais próxima se deparou com os indivíduos correndo pela Rua Ângelo Zen. Houve a abordagem de dois indivíduos e foram apreendidos uma pistola de calibre .380 com numeração suprimida e aproximadamente R$ 30 mil em aparelhos da Apple”, disse o perfil oficial no Facebook da GM de São José dos Pinhais.



O outro suspeito até o momento não foi localizado. “Este marginal fugiu levando os produtos da loja da Samsung, conduzindo um veículo Ford/Fiesta de cor preta na contramão de direção, pela Rua Voluntários da Pátria”, concluiu a GM.




Fonte: Banda B 
Foto: Reprodução
Geovana de Oliveira França, de 18 anos, estudante de enfermagem no Senac, morreu após ser atropelada por um ônibus do transporte coletivo em Campo Mourão.

O acidente aconteceu na tarde desta segunda-feira (13), por volta das 16h30, próximo ao Paraná Família. A moça teria caído da circular e o coletivo passou sobre suas pernas e quadril.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros socorreu a vítima com urgência até o hospital Santa Casa, mas ela não resistiu aos ferimentos. Geovana morreu por volta da meia-noite.

A polícia deve apurar as causas do acidente.



Fonte: CGN/Tá Sabendo
Três  pessoas da mesma família morreram no acidente de trânsito neste domingo (12), em Nova Alvorada do Sul, no Mato Grosso do Sul. 
Foto: Alvorada Informa
De acordo com informações, uma carreta Scania, com placas de Lontra, PR, invadiu a pista contrária e bateu na lateral de uma Ford Ranger, com placas de Curitiba, que conseguiu desviar da carreta. Logo atrás, vinha o Fiesta, com placas de Toledo, que bateu de frente com o caminhão. 

Foto: Alvorada Informa
Três pessoas que estavam no Fiesta morreram na hora. Os corpos foram levados ao IML (Instituto Médico Legal). Uma das passageiras, está na UTI em estado grave. O motorista do caminhão também foi atendido pelas equipes de socorro da concessionária que administra a rodovia e levado ao hospital. 

As informações são de que a família ia até Campo Grande visitar um familiar internado no hospital. Eles são moradores de Novo Sarandi, distrito de Toledo.




Fonte: Catve/Informações Alvorada Informa
Foto: O Bemdito

O jovem Andrey Romano da Silva, de apenas 19 anos, foi morto com pelo menos três tiros na madrugada deste domingo (12), em São Jorge do Patrocínio. Segundo levantamentos preliminares das polícias Civil e Militar, o motivo do crime teria sido uma fofoca envolvendo outro jovem e sua namorada. As informações são do O Bemdito.




A Polícia Militar foi acionada por volta de 2 horas e a vítima estava caída na rua Professora Valdete Kavalski. O rapaz chegou a ser encaminhado ao Hospital Municipal, onde foi constatada a morte. O rapaz foi atingido por pelo menos três tiros de pistola de calibre 9 milímetros.

As informações de testemunhas à polícia, dão conta que “a vítima estaria no centro de uma fofoca envolvendo uma jovem e seu namorado, que é o principal suspeito do crime e está sendo procurado pela polícia”.

Andrey não tinha passagem pela polícia e é descrito por amigos e familiares como uma pessoa de comportamento tranquilo. O corpo foi encaminhado ao IML de Umuarama.

Fonte: Massa News
Colaboração O Bemdito
O Toledo vem de uma derrota diante do JMalucelli, por 3 a 2, jogando na capital paranaense, no domingo (5) e contra o Prudentópolis, buscará reabilitação atuando mais uma vez longe de seu torcedor. A partida esta marcada para este domingo (12), no Estádio Municipal Newton Agibert , às 16h, em Prudentópolis.

Foto: Albert Egon/Toledo oficial
O Porco está na quarta colocação com oito pontos e a sete pontos do líder Paraná, e três do penúltimo colocado, Foz do Iguaçu, a situação é de risco, uma nova derrota nesta rodada e uma combinação de resultados, o Toledo pode deixar o G8. Para que isso não aconteça o time vai a campo com força máxima em busca de pontos para dar um passo na classificação à próxima fase.

No entanto, tem apenas cinco partidas pela frente para o elenco toledano traçar seu futuro na competição. E foi com este pensamento que a equipe trabalhou nesta semana, inclusive trazendo dois reforços para o time. O lateral esquerdo Cleiton Viana de 21 anos e o zagueiro Leandro Mancha, de 25 anos.

Esses setores estavam carentes, já que há algumas rodadas foram dispensados, o zagueiro Luiz Grando e o lateral Thiago Araujo, que procurados pela nossa reportagem não quiseram falar sobre o assunto. O clube também não se pronunciou.


Felipe Recife, uma das principais peças do Toledo, afirma que objetivo principal da equipe é classificar para próxima fase do Estadual. E no que depender dele e do grupo será feito o melhor.


Fonte: Redação em Campo
Foto: Sandra Zama
Precisando da vitória a todo custo para seguir sonhando com a classificação às quartas de final do Campeonato Paranaense 2017. O FC Cascavel, sétimo colocado na tabela com sete pontos, recebe neste domingo (12), às 16h, no Estádio Olímpico Regional Arnaldo Busatto, o líder da competição. O Paraná Clube, em partida válida pela sétima rodada.

Após derrota para PSTC, no domingo (5) por 3 a 2, o elenco cascavelense se reapresentou na terça-feira (7), para dar inicio aos trabalhos da semana. As atenções foram dadas em bola parada, já que os três gols foram nesta situação.

Com o resultado a equipe perdeu uma posição na tabela e com isso acabou mexendo com as pretensões do grupo, fazendo com que neste jogo, mais que o dever, seja uma obrigação. Caso o resultado seja adverso, a equipe Aurinegra pode deixar o G8, e começar uma disputa para manter-se na elite de 2018.

Para entrar no ritmo do duelo, a Serpente treinou na quarta-feira (8), no local do embate. O treinador Agenor Piccinin, fará sua terceira partida no comando da equipe, sendo essa, sua segunda diante da torcida.

O FCC terá dois desfalques, o lateral esquerdo Marco Thiago e o zagueiro João Paulo, que foram expulsos no jogo contra o PSTC, eles cumpriram suspenção automática e deverão ser substituídos por Anderson Tasca, na lateral e o zagueiro artilheiro, Henrique.

À diretoria do Cascavel espera que o torcedor faça a sua parte, comparecendo em bom numero no estádio para empurrar o amarelinho do Oeste, na busca da classificação a próxima fase da competição.


Para este jogo mulheres não pagam ingressos, mas elas devem retirar nos pontos de venda, nas áreas cobertas. Já na arquibancada não é preciso retirar antecipadamente. Homens terão preço promocional. Na área descoberta pagam R$ 20 na inteira e R$ 10 na meia. Área coberta R$ 50 inteira e R$ 25 na meia.


Fonte: Redação em Campo



A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), divulgou abertura de concurso público. 

São disponibilizadas 489 vagas e cadastro reserva para profissionais de vários níveis, nas seguintes funções:



Ensino Fundamental - Agente de Saneamento Ambiental, Motorista Operador de Equipamentos Automotivos, Oficial de Manutenção - Caldeiraria, Civil, Elétrica, Eletroeletrônica, Hidráulica, Mecânica e Soldador;

Ensino Médio - Atendente a Clientes, Técnico em Gestão, Controlador de Sistemas de Saneamento, Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico em Gestão - Informática, Técnico em Sistemas de Saneamento - Agrimensura, Edificações, Eletromecânica, Eletrônica e Instrumentação, Eletrotécnica, Hidráulica, Mecânica, Química, Meio Ambiente / Saneamento e Saneamento;

Ensino Superior - Advogado, Biólogo, Enfermeiro do Trabalho, Engenheiro de Agrimensura, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Mecatrônico, Engenheiro Químico, Engenheiro de Segurança do Trabalho , Médico do Trabalho, Tecnólogo em Construção Civil - Edifícios, Hidráulica e Pavimentação, Saneamento Ambiental e Sistemas, Analista de Gestão com formação nas áreas de: Administração de Empresas, Contabilidade, Economia, Serviço Social e Sistemas.

Os profissionais admitidos serão submetidos ao regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e receberão salários que variam de R$ 1.788,81 a R$ 5.763,00 em jornadas de 30h, 36h e 40h semanais.

Das vagas, 5% estão reservadas às pessoas com necessidades especiais, cujas atribuições dos cargos sejam compatíveis com a deficiência.

O concurso será composto por provas objetivas para todos os candidatos, com questões sobre conhecimentos básicos e específicos. A previsão é de que essas avaliações sejam aplicadas no dia 16 de abril de 2017, em locais e horários a serem confirmados com antecedência.

A validade do certame será de um ano, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por uma única vez, por igual período, a critério da Sanepar.



Foto: Assessoria
Em audiência no ministério da Educação (MEC), os representantes das instituições de ensino superior se informaram sobre andamentos e prazos dos trâmites para a abertura de novos cursos de Medicina nos 39 municípios selecionados. Segundo o MEC, o próximo passo para implantação será o credenciamento no Conselho Nacional de Educação (CNE) e em seguida todos os processos passam pelo Conselho Nacional da Saúde (CNS). Após essa fase, serão realizadas visitas e monitoramentos nas instituições para avaliar as condições de cada entidade. Os representantes estão apreensivos quanto aos prazos desses procedimentos e temem por atrasos na implantação dos cursos.

O ministério prometeu cobrar agilidade no andamento dos prazos nos dois conselhos para que a implantação seja iniciada o quanto antes e sejam anunciadas as datas de vestibulares. O ministério prometeu, ainda, a divulgação de portaria com as diretrizes e prazos dos trâmites anunciados durante a audiência. No caso do Paraná, as quatro instituições selecionadas: Faculdade Campo Real em Guarapuava, FADEP de Pato Branco, Universidade Paranaense (Unipar) de Umuarama e Faculdade Integrado de Campo Mourão já são credenciadas. Quanto ao monitoramento, a avaliação ocorre a partir de visitas in loco aos cursos e instituições públicas e privadas, para verificação das condições de ensino.

Idealizador da Frente Parlamentar Mista para Ampliação dos Cursos de Medicina no Congresso Nacional, o deputado Federal Zeca Dirceu, tem acompanhado de perto todas as etapas junto aos órgãos responsáveis. Para o parlamentar, a agilidade dos procedimentos é fundamental para que não ocorra atrasos nos cronogramas de implantação nas instituições de ensino superior. “Estou atento a todas as fases para a liberação dos novos cursos de medicina. Lutei desde o início por essa graduação, e sei como é importante suprir a carência de profissionais da saúde em todo país. Só no Paraná, serão 215 novas vagas, o que me deixa esperançoso e muito feliz com essa conquista”, afirmou.

 Histórico

O programa Mais Médicos permitiu um crescimento do número de profissionais atuantes nos municípios do Brasil. Além disso, outra estratégia adotada pelo programa é a abertura de novas graduações em medicina, que vai garantir a formação de novos profissionais. Com a liberação do edital do MEC, serão abertas 2.290 vagas para candidatos ao curso de medicina.

Nos termos do Edital nº 06/2014, a publicação do ato autorizativo ficará condicionado ao cumprimento integral, por parte das instituições de ensino, da proposta vencedora e das obrigações previstas no Termo de Compromisso, comprovado por meio de monitoramento da execução a ser realizado pela SERES. O processo seletivo dos novos  cursos só pode ser realizado após a publicação do ato de autorização do curso, conforme a legislação educacional vigente. Com a assinatura dos termos de compromisso, as instituições de ensino têm 18 meses para implantar o curso. Este processo é monitorado pelo MEC.




 Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria 
A oposição ao governo Michel Temer apresentou até agora três emendas ao projeto de reforma da Previdência (PEC 287/16), que tramita na Câmara dos Deputados. A finalidade das emendas é alterar o texto da proposta para garantir que trabalhadores rurais não tenham os direitos já conquistados, atingidos pela reforma. Os parlamentares petistas João Daniel (SE), Marcon (RS), Padre João (MG), Pedro Uczai (SC) e Valmir Assunção (BA) são os seus autores.

No caso dos trabalhadores rurais, uma das emendas mantém a idade mínima de aposentadoria para o trabalhador rural aos 55 anos para mulheres e 60 para os homens. No texto da proposta enviada pelo governo à Câmara essa idade passaria a ser de 65 anos, tanto para homens quanto para mulheres.

Zeca Dirceu disse que é hora dos parlamentares se unirem para preservar os direitos assegurados pela Constituição. “A justificativa dessa emenda deixa claro que a aposentadoria rural é uma conquista do trabalhador do campo, regulamentada em lei. Não podemos comparar a jornada urbana com a rural, é uma distorção da reforma. Um absurdo. O trabalhador e trabalhadora enfrentam sol, chuva, tempos de pouca produção, jornadas diárias longas. E nós não podemos simplesmente ignorar essas condições. Essa emenda foi feita para barrar mais essa crueldade que o governo quer fazer com a reforma”, enfatizou.

A emenda conseguiu 206 assinaturas de deputados. Pelo regimento da Casa, são necessárias 171.



Fonte: Assessoria