quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Cascavel terá comitê em defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato

Santos Águia     janeiro 18, 2018    

Foto: Divulgação 
Encontro realizado na noite de terça-feira (16), em Cascavel, definiu pela formação de um comitê regional em defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato. O evento contou com a participação do deputado federal Zeca Dirceu, vereador Paulo Porto e representantes do PT, PC do B, PSOL, MST, ACES, Igreja Anglicana, Kizomba, União da Juventude Socialista (UJS) e sindicatos de Cascavel e região.

O lançamento oficial do comitê acontece às 19h de sexta-feira (19), no auditório da Câmara Municipal de Cascavel. Para os dias 22, 23 e 24 já foram definidas panfletagens em locais de grande circulação de trabalhadores e espaços públicos de Cascavel.

O comitê regional terá como tarefas permanentes, a organização das atividades de conscientização nos bairros, porta de fábricas, centro da cidade, além de uma barraca que deverá ser montada no calçadão da Avenida Brasil, centro de Cascavel. Também serão organizados outros comitês nas cidades da região Oeste, que servirão como base de apoio para elaboração e realização de atividades políticas no decorrer do ano.

Para o dia do julgamento do ex presidente Lula no TRF-4, em Porto Alegre, dois ônibus da região irão para a capital gaúcha. Um sairá de Toledo passando por Assis Chateubriand e outro partirá de Cascavel.

O deputado federal Zeca Dirceu defendeu a formação dos comitês populares em defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato. “Este comitê aqui de Cascavel é mais um dos muitos comitês que estão se formando Brasil afora. É um jeito de reunirmos aqueles e aquelas que não aceitam esse julgamento altamente tendencioso contra o ex presidente Lula”, comentou. “Estaremos de sentinela nesses comitês e vamos cobrar das autoridades competentes que apresentem provas da condenação do Lula, pois até agora nada se provou. Tudo está no campo das ‘convicções’ e da apresentação de ‘power points’, o que evidencia o caráter de perseguição das acusações que não se sustentam”, argumentou Zeca Dirceu.

De acordo com o vereador cascavelense, Paulo Porto (PC do B), o comitê será uma importante ferramenta para que os movimentos populares e demais organizações possam dialogar com a população que vem sendo bombardeada por muitas inverdades. “Precisamos neste momento histórico nos reorganizarmos em torno da defesa da Democracia e dos direitos jurídicos fundamentais. Está muito claro que o ex presidente Lula é perseguido e não é de hoje, mas agora querem tirá-lo do páreo eleitoral com uma cartada jurídica cheia de decisões absurdas e nós precisamos reagir. Esse comitê e outros que serão criados irão nos ajudar nisso”, comentou o vereador.



Fonte: 

0 comentários :

© 2011-2014 Portal Águia News. Designed by Bloggertheme9. Powered By Blogger | Published By Blogger Templates .