Foto: Reprodução/EBC
As vendas de bens e serviços por meio de consórcios foram recorde em setembro, com o escoamento de 230 mil cotas. O resultado ficou 9% acima do registrado no mesmo mês do ano passado e bem superior à média mensal (194,4 mil) deste ano. No acumulado até setembro, foram negociados 1,75 milhão de unidades, 9,4% mais do que no mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, o volume de crédito comercializados cresceu 29,3%, atingindo R$ 73,57 bilhões.

Os dados são da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). O balanço da entidade indica que todos os segmentos bateram recorde: veículos leves (108 mil cotas), motocicletas (78 mil), veículos pesados (6,25 mil), imóveis (31,5 mil), serviços (3,75 mil) e eletroeletrônicos (2,5 mil)

De janeiro a setembro, o setor de serviços foi o que mais avançou, com alta de 93,5%, seguido pelos eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis, com 44,7%, imóveis, com 27,3%, veículos pesados, com 15,4% e veículos leves, com 14,7%. O setor de motocicletas, apesar de ter batido recorde em setembro, ainda está 3,9% abaixo do acumulado nos nove primeiros meses de 2016.

Com base no desempenho de setembro, o presidente da Abac, Paulo Roberto Rossi, prevê que o sistema de consórcio fechará o ano em alta e seguirá crescendo em 2018. Em nota, ele afirmou que o setor constatou, em pesquisa, grande interesse dos consumidores de buscar a modalidade como opção de investimento pessoal, familiar ou empresarial. Para Rossi, isso mostra um “comportamento consciente do consumidor quanto ao conhecimento e à adoção dos conceitos da educação financeira, ao praticá-los na gestão de suas finanças”.

.Apesar desse salto, o número de consorciados contemplados diminuiu 5,6% de janeiro a setembro, somando 912,6 mil ante 967 mil no mesmo período do ano passado. Em valores, foi registrada estabilidade, ficando em R$ 29 bilhões. O número de participantes ativos alcançou 6,87 milhões em setembro, 1,9% abaixo do mesmo mês no ano passado (7 milhões).



Foto: Reprodução/Google
A Federação Paranaense de Futebol (FPF) divulgou nessa segunda-feira (dia 20) o regulamento do Campeonato Paranaense de 2018. Pela nova fórmula, os 12 times estão divididos em dois grupos.

No primeiro turno, as equipes jogam contra os adversários do outro grupo, somando seis rodadas. Os dois primeiros colocados avançam para as semifinais, que serão disputadas em jogo único. Em seguida, a final do turno também em jogo único, disputada na casa do time com melhor campanha. O campeão ganha vaga na grande decisão do Estadual.

No segundo turno, os times se enfrentarão dentro dos grupos, somando cinco rodadas. As semifinais e a final serão em jogo único. O campeão se classifica para a grande decisão. Se o mesmo time for campeão dos dois turnos, fica com o título por antecipação.

A grande decisão, se ocorrer, será disputada em duas partidas.

Cada turno receberá um nome específico, assim como no Campeonato Carioca, com a Taça Rio e a Taça Guanabara. O campeão de cada turno leva um troféu.

O Grupo A ficou formado por Coritiba (1º em 2017), Cianorte (3º), Paraná Clube (5º), Cascavel (7º), Foz do Iguaçu (9º) e Maringá (campeão da segunda divisão).

No Grupo B estão Atlético (2º), Londrina (4º), Prundetópolis (6º), Rio Branco (8º), Toledo (10º) e União de Francisco Beltrão (vice-campeão da segunda divisão).

Na primeira rodada, em 20 e 21 de janeiro, o Coritiba recebe no Couto o Prudentópolis. O Atlético joga na Arena contra o Maringá. O Paraná vai a Francisco Beltrão enfrentar o União.

O primeiro clássico será já na segunda rodada, em 24 e 25 de janeiro, com Paraná e Atlético, na Vila Capanema. O Atletiba ocorre na 4ª rodada, no Couto Pereira.

O duelo entre Paraná e Coritiba, na Vila Capanema, está agendado para a segunda rodada da segunda fase, em 7 de março.



Fonte: 
Foto: A Gazeta News
Um cabo da rede elétrica se rompeu na quinta-feira (16) em Amambai, no Mato Grosso do Sul e matou parte de um rebanho.

O cabo de uma rede elétrica pertencente à Energisa, a concessionária que fornece a energia elétrica para o Cone Sul de Mato Grosso do Sul.

A Fazenda Flecha, situada às margens da Rodovia MS-289, trecho que liga Amambai a Jutí, distante 12 quilômetros da cidade. Os animais mortos foram vacas prenhas pesando em média 16 arrobas, avaliadas em cerca de R$ 2,5 mil cada, o que ocasionou um prejuízo estimado de R$ 17,5 mil.

Agricultores registraram várias denúncias contra a empresa, pela falta de manutenção na rede elétrica do estado.


Fonte: Catve
Foto: Divulgação/Polícia civil
O grupo Tigre da Polícia Civil,  prendeu em flagrante cinco suspeitos de aplicar golpes a idosos em bancos de Curitiba.

As investigações começaram há aproximadamente um mês, após denúncia do Banco do Brasil. Segundo a polícia, os criminosos agiam em bairros de classe alta ou média-alta da capital, normalmente aos sábados e domingos pela manhã.

De acordo com o despacho, os criminosos eram especialistas na área de atuação.  Os golpistas abordavam os idosos afirmando que iriam ajudá-los a encerrar a sessão no Caixa Eletrônico, trocavam o cartão da vítima e, após ter a observado o dono do cartão utilizando a senha, zeravam a conta bancária em máquinas de débito.

“Eles se aproveitam que essas vítimas não têm muito contato com a tecnologia e induzem a vítima ao erro. Eles se apoderam do cartão, dizem que ela precisa colocar o cartão novamente no caixa e digitar a senha”, afirmou o delegado Cristiano Quintas.

“Interessante notar que os suspeitos não usavam o cartão da vítima apenas para fazer saques, mas sim para realizar uma compra fictícia com tal cartão, usando uma dessas “maquininhas de cartão”. Acredita-se desde já que a pessoa jurídica a qual são vinculadas as tais máquinas de cartão seja “falsa” ou então vinculadas a CNPJ falso, possibilitando que os valores da “compra” sejam resgatados pelos próprios suspeitos”, afirma o documento.
Foto: Reprodução 

De acordo com o delegado, o crime era rápido mas as vítimas demoravam para perceber. “Em questão de segundos a conta está zerada. Normalmente a vítima só percebe o crime quando chega em casa e vê que está com o cartão de outra pessoa e, quando vai checar, a conta está zerada”.


As prisões aconteceram na manhã de domingo (19) e foram divulgadas nesta segunda-feira (20).
Uma das vítimas perdeu mais de R$ 9 mil para os golpistas. “Os investigadores ficaram sabendo pelo próprio Banco do Brasil que o grupo estava novamente aplicando golpes, e que inclusive tinham conseguido fazer a tal troca de cartão de uma vítima, no interior da agência bancária, mais especificamente no setor de caixas eletrônicos. Os investigadores então conseguiram localizar tal vítima, a qual realmente confirmou o ocorrido (a troca de cartão), e que após isso, sofreu um desfalque  em sua conta, mediante uma “compra” de mais de R$9.000,00 (nove mil reais)”, aponta o despacho.

Os criminosos eram de São Paulo e viajavam para Curitiba para cometer os crimes. Quatro dos suspeitos foram presos enquanto tentavam aplicar um golpe no banco e, o outro, no hotel onde estavam hospedados. De acordo com a polícia, todos, com exceção de um, tem várias passagens e um deles possui um mandado de prisão em aberto.
Foto: Reprodução

Ainda segundo as investigações, os criminosos lavavam dinheiro com o pagamento de multas. “Acrescenta-se que foram encontrados vários extratos de pagamento de multas de veículos diversos; indagados, disseram que utilizam tal expediente para “lavar o dinheiro”: o proprietário de um veículo com várias multas permite que os suspeitos quitem tais multas, pagando apenas 50 a 60 por cento delas (o restante, os suspeitos arcam com o dinheiro obtido ilicitamente). Este é outro fato que deve ser investigado e que, caso estejam soltos, por certo prejudicarão a investigação”, diz o documento.

Os acusados vão responder pelos crimes de associação criminosa, tentativa de furto qualificado e furto qualificado consumado. A polícia apreendeu dos veículos, relógios, as maquininhas de cartão e objetos de valor, supostamente comprados com o dinheiro dos crimes.
Vítimas

Quem foi vítima deste tipo de crime deve entrar em contato com o grupo Tigre pelo telefone: 32701920. “Ontem, antes mesmo da divulgação, como a prisão foi em via pública, várias pessoas entraram em contato conosco”, afirmou o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, enquanto mais vítimas forem identificadas aumenta a possibilidade de os criminosos continuarem presos. “São crimes contra o patrimônio sem violência ou grave ameaça, a maioria deles tem antecedentes criminais, a decisão final é do poder judiciário. Enquanto mais casos registrados maior a possibilidade de permanência na prisão, já que caracteriza que eles voltariam a cometer o crime”, explicou o delegado.


Fonte: 

Foto: Reprodução
Uma adolescente ficou ferida ao ser atropelada por um carro na manhã de domingo (19), na Rua Artur Mazzaferro, no Jardim Santa Clara 4, em Toledo.

A vítima atravessava a rua quando foi atingida por um Ford Ka. O veículo deixou o local antes da chegada do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar.

Após receber os primeiros atendimentos do Siate, a adolescente foi encaminhada ao Hospital Bom Jesus, com ferimentos leves.



Fonte: 
Foto: Reprodução
Imagens mostram o momento em que o homem estava nadando no Lago do Jaboti, em Apucarana, no Paraná, por volta das 17h15 da tarde deste domingo (19), segundo o flagrante da imagem que mostra ele morreu afogado.

O corpo da vítima está sendo procurado pelas equipes dos Bombeiros de Apucarana.

Segundo testemunha, Trata-se de um afogamento, com sinais característicos neste sentido. Segundo consta pelas imagens, ele nadava sozinho quando acabou se afogando.


Fonte: Canal 38
Foto: Brumo Cantini
O venezuelano Otero foi o dono de uma verdadeira pintura neste domingo, no jogo entre Atlético-MG e Coritiba, válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador marcou um golaço do meio de campo, que com certeza concorrerá na eleição do gol mais bonito nesta edição do Brasileiro. Com outro tento de Otero e mais um de Leonardo Silva, o Atlético-MG não teve problemas para derrotar o Coritiba por 3 a 0 no Independência.

“Estava olhando o goleiro, que ficava muito adiantado. Chutei no gol e a hora que entrou foi uma felicidade muito grande. Nunca tinha feito um gol desses”, disse Otero ainda no intervalo do jogo.

Com o resultado positivo, o Atlético-MG chega aos 50 pontos, na oitava posição, colando no grupo dos times que estariam classificados para a próxima Copa Libertadores da América. O Botafogo, último integrante do grupo, é o sétimo colocado, com 52 pontos. Já o Coritiba permanece com 43 pontos, em 14º, ainda correndo riscos de rebaixamento.

Conseguir uma vaga na Copa Libertadores em 2018 pode mudar o futuro do Atlético-MG. O time para a próxima temporada pode ter mais ou menos reforços de acordo com a possibilidade de disputar um dos mais importantes torneios do mundo.

A vitória sobre o Coritiba mostrou um Atlético-MG diferente no Brasileirão. A equipe que ganhou o status de ser uma das piores campanhas dentro do Independência, desta vez soube se comportar em casa, se impôs e contou com a noite inspirada do atacante Rômulo Otero.

O Atlético-MG volta a campo contra o Corinthians, no domingo, às 17h (de Brasília), em São Paulo. Já o Coritiba recebe o São Paulo, no Couto Pereira, no mesmo dia e horário.

Primeiro tempo

O Atlético iniciou o jogo muito bem. Antes mesmo de qualquer possibilidade de analise tática, a equipe abriu o placar com Otero, logo aos 4 minutos, em forte chute indefensável para o goleiro Wilson.

Após o tento, o time mineiro seguiu melhor. O time alvinegro fazia valer seu mando de campo, conseguia dar volume na frente e intensidade para as jogadas na frente. Defensivamente, o Atlético vivia tarde tranquila, sem sustos – parte disso por uma falta de perigo oferecida pelo Coritiba. O time paranaense que chegou a Belo Horizonte com uma boa sequência de jogos não conseguiu repetir as atuações que vinha tendo.

Aos 14 minutos, o Atlético-MG ampliou o placar. Em cruzamento na área feito por Marcos Rocha com as mãos, na cobrança de lateral, o zagueiro Leonardo Silva subiu mais que todo mundo para colocar a bola no fundo da rede e fazer seu 29º gol com a camisa do clube mineiro.

O tento atleticano não deu tranquilidade para o Coritiba. O Atlético tinha a vantagem, mas queria mais. A equipe preto e branco não sofria riscos, com uma boa apresentação de Yago, que deu mais velocidade ao meio campo.

Aos 30 minutos o gol mais bonito da noite. Otero pegou a bola na ponta direita e, do meio de campo, chutou. Ele guardou a bola no fundo da rede pegando o goleiro Wilson despreparado.
Até o fim do primeiro tempo, o Atlético-MG ainda teve, pelo menos, duas chances claras para ampliar a contagem e deu bastante sufoco para o Coritiba, que nada conseguiu fazer.

Segundo tempo

O Coritiba voltou mais leve para a etapa complementar. O time de Marcelo Oliveira chegava mais ao ataque e conseguia segurar a bola mais a frente.

O Atlético-MG, por sua vez, com o largo resultado nas mãos, se segurou mais em campo e esperava o rival, deixando o time adversário jogar. Vale ressaltar também que Robinho teve uma queda de rendimento na volta do intervalo e deixou o gramado aos 15 minutos para a entrada de Luan. Pouco depois, Cazares foi para a partida.

O Atlético, porém, não conseguia mais ter a intensidade do primeiro tempo e o Coritiba seguia atacando o time alvinegro. No entanto, oportunidade clara de fazer um gol aconteceu somente aos 41, com um desvio de cabeça de Henrique Almeida e a boa defesa do goleiro Victor.


Fonte: 
Foto: Joka Madruga/Futura Press
Atuando em casa, o Atlético-PR venceu o Vasco por 3 a 1 e ainda sonha com uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. 

O jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba, neste domingo (19/11).

O resultado fez o time rubro-negro assumir a 11ª posição, com 48 pontos, quatro a menos do que o Botafogo (sétimo colocado e primeiro time classificado para a Libertadores). 

Já a equipe carioca, que perdeu a invencibilidade de 11 jogos, estacionou na nona colocação, com 50 pontos.

O jogo

Atrás no placar, o Vasco foi obrigado a avançar com mais intensidade, mas continuava tendo problemas para criar boas jogadas. O Atlético-PR passou a administrar o resultado quando tinha a posse de bola. Mesmo assim, os donos da casa eram mais perigosos e desperdiçaram algumas boas oportunidades de marcar o quarto gol.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Vasco tentou diminuir a vantagem, mas esbarrou na boa marcação do Atlético-PR, que conseguiu mais uma vitória na Arena da Baixada no Campeonato Brasileiro.

Os donos da casa abriram o placar, aos 16 minutos do primeiro tempo. Fabricio bateu escanteio na área, Thiago Heleno finalizou forte e a bola vai para o fundo do gol.

Os visitantes chegaram ao empate apenas um minuto depois. Nenê bateu escanteio fechado, Andres Rios desviou de cabeça e Weverton espalmou. A bola bateu em Wanderson antes de entrar.

O Atlético-PR desempatou somente no segundo tempo. Aos 20, Douglas Coutinho arrematou de fora da área, a bola bateu na trave e entrou para o fundo das redes.

Três minutos depois, Felipe Gedoz mandou a bola na área, Fabricio desviou de cabeça e a bola foi para o fundo do gol.

Agenda

Na próxima rodada, o Atlético-PR vai até Florianópolis para enfrentar o Avaí, no próximo domingo. No mesmo dia, o Vasco terá pela frente o Cruzeiro, no Mineirão.


Fonte: 
Foto: Lucas Baptista/Futura Press
O Santos confirmou presença na próxima edição da Copa Libertadores. A equipe recebeu o Grêmio na Vila Belmiro e venceu por 1 a 0, neste domingo, pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

O único gol da partida foi marcado por Jonathan Copete, que aproveitou bela assistência de Emiliano Vecchio. O colombiano não era titular havia cinco jogos, sendo que em quatro começou no banco de reservas.

Com o resultado, o time paulista foi a 59 pontos e não pode ser mais alcançado pelo sétimo colocado Botafogo, que empatou com o São Paulo e ficou com 52 pontos. O Vasco ainda poderia ameaçar a vaga dos santistas, mas perdeu para o Atlético-PR e ficou com 50 unidades, no oitavo lugar.

Além disso, o placar afasta a má fase da Baixada Santista, uma vez que o time vinha de três derrotas seguidas – para Vasco, Chapecoense e Bahia.

Já os gaúchos, que vinham de quatro jornadas sem serem derrotados na competição (três triunfos e um empate), estacionam nos 61 pontos e podem perder a vice-liderança.  Afinal, o Palmeiras tem um ponto a menos e visita o Avaí nesta segunda-feira.

Para o duelo na Vila, o técnico Renato Gaúcho mandou uma formação toda reserva a campo, tendo em vista que o time tricolor enfrentará o Lanús em casa, na quarta, pelo duelo de ida da final da Libertadores.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos visitará o Flamengo na Ilha do Urubu, no domingo, às 19h (de Brasília). No mesmo dia, o Grêmio receberá o rebaixado Atlético-GO na Arena, às 17h. 

O jogo – Enfrentando os reservas do Grêmio, o time da casa até começou a partida mostrando iniciativa. Aos 8 minutos, Alison pegou rebote de escanteio e deu belo chute. A bola quicou e tinha a direção do ângulo. Porém, Paulo Victor fez grande defesa e afastou o perigo.

Mesmo com uma equipe C, o clube gaúcho ‘acordou’ aos 16, quando Machado avançou no meio e bateu forte para Vanderlei espalmar. Dois minutos depois, Kaio apareceu dentro da área e cruzou para Patrick. O meia ganhou da marcação e chutou forte, obrigando o goleiro santista a fazer outra grande defesa.

Na sequência, Machado cobrou falta na entrada da área, a bola desviou na barreira e passou raspando a trave.

Os gremistas seguiram melhores na partida. Aos 30, Dionathã recebeu de Jael e tentou lindo chute colocado de longe. Vanderlei nem se mexeu, e a bola explodiu na trave esquerda.

Porém, o velho ditado “quem não faz toma” atacou novamente. Em rápido contra-ataque, Vecchio lançou Copete em velocidade. O colombiano deu um toquinho por cima para vencer Paulo Victor e abrir o placar na Vila.

O tento reanimou o Santos. Aos 35, Ricardo Oliveira recebeu cruzamento do lado esquerdo e desviou de cabeça no ângulo esquerdo de Paulo Víctor, que voou para defender. No lance seguinte, Copete cruzou para Bruno Henrique dentro da área. O atacante ganhou da zaga, mas cabeceou pra fora.

Nos últimos minutos, a partida ficou aberta, com os dois times perdendo oportunidades. Porém, o embate foi para o intervalo com o time paulista vencendo por 1 a 0.

O segundo tempo voltou em um ritmo mais lento, tanto que a primeira oportunidade clara surgiu aos 10 minutos, quando o time alvinegro veio em contra-ataque e Bruno Henrique chutou firme para a defesa de Paulo Victor.

No decorrer do duelo, os gremistas passaram a ter mais a posse de bola, enquanto o time paulista esperava um bom contragolpe para ‘matar’ o duelo. Porém, nenhuma das duas equipes conseguiu realizar suas respectivas metas e o Santos acabou com a vitória pelo placar mínimo.


Fonte: