Foto: Reprodução
O que era esperado pela polícia Civil e Militar se confirmou na manhã de hoje (18) em Toledo. O homem acusado do triplo homicídio no dia de ontem (17), na Vila Pioneiro e Santa Clara III, identificado como Antonio Rodrigo Gimenez, de 30 anos, cometeu o suicídio.

Ele foi encontrado morto por volta das  6 horas desta manhã de domingo (18), com um tiro na cabeça, no interior do Cemitério Jardim da Saudade, no bairro Santa Clara IV, em frente ao túmulo da irmã.

Antonio, inconformado com o fim do relacionamento da sua companheira Juliana Ferreira Neves, de 28 anos, decidiu matá-la, no momento que ela se encontrava numa motocicleta com o ex-marido Ederson Ferreira Neves, 29 anos. Após matar os dois, foi até a casa de Alframira Rodrigues Silvério, de 38 anos, na Vila Pioneiro e a matou também.

Em seguida desapareceu e passou a ser procurado pela polícia, que recebeu as informações da mãe do autor dos crimes, de que ele havia dito que faria isso e depois cometeria o suicídio. Junto ao corpo de Antonio Gimenez, foi encontrada uma pistola 09 mm a qual utilizou para efetuar um disparo contra sua cabeça em meio aos jazigos.



Fonte:



Foto: Leo Silva

Equipes Policiais estão mobilizadas na busca do autor de três homicídios, ocorridos no nesta manhã de sábado (17), em Toledo. Os três crimes tem relação. Houve uma denuncia de ameaça ontem (16) a noite. 

Uma das  equipes  policiais esteve no local. Aparentemente o indivíduo estava inconformado com o fim do relacionamento. Ficou revoltado por ter sido denunciado ontem (16).

O triplo homicídio de natureza passional foi registrado no final da manha. O homem matou a ex- mulher, no Jardim Europa,  identificada como Juliana Ferreira Vieira Neves de 26 anos,  e outro homem, identificado como Edson Ferreira Neves de 28 anos.

Na sequencia foi até a vila Pioneiro e matou a comadre da mulher, Alfranira Rodrigues Silvério de 34 anos por suspeitar que ela tinha ligado para a polícia na noite de ontem.

Depois passou em casa, deixou o celular e disse para a mãe que ia se matar.  O autor já foi  identificado pela Policia , mas não localizado. O IML de Toledo foi acionado e realizou a remoção dos três corpos.



Fonte: Seis e Meia Urgente


Foto: Divulgação/Polícia Civil RS

Dois homens morreram e um ficou ferido depois de discussão em um bar, no bairro Santos Dumont, em São Leopoldo, Região Metropolitana de Porto Alegre, na madrugada do sábado (10). Um suspeito foi preso em flagrante.

Segundo informações da Polícia, houve uma briga no bar, um dos homens que discutia saiu do local e retornou um pouco depois, armado e com um amigo, e começou a atirar. Três pessoas foram alvejadas. Marcos Batista, de 37 anos e Josenir da Silva, de 30, morreram no hospital. O terceiro foi encaminhado ao hospital e não está em estado grave.

Ainda conforme a polícia, logo após os disparos, a Brigada Militar localizou o suspeito nas proximidades do bar. Com foram encontradas munições para arma de calibre .38 em uma meia. Ele foi reconhecido por testemunhas e acabou preso em flagrante.



Fonte:  G1/RS

Foto: Reprodução/Marechal Newa

Uma Equipe Rotam de Toledo em reforço ao policiamento na cidade de Ouro Verde do Oeste, receberam denuncia de populares que condutor de um veiculo Ford Ka preto, estaria na festa armado.

A equipe Policial, realizou diligencias no intuito de localizar o individuo e  foi visto transitando pela Rua Amazonas, de imediato realizada abordagem e identificado o motorista como sendo, Marcos,  em revista pessoal nada foi encontrado porém em buscas no veiculo embaixo do banco do passageiro foi encontrado um revólver de marca Taurus calibre 38, municiado com seis munições, foi perguntado a Marcos o motivo de estar andando com uma arma em seu veiculo,  ele respondeu a equipe que tal arma seria para sua segurança, perguntado também se o revolver  possuía registro, Marcos respondeu que não.

Diante dos fatos, Marcos recebeu voz de prisão por posse do armamento e encaminhado para a 20° SDP em Toledo,  para os procedimentos legais e cabíveis.



Fonte: 
 



Foto: Gilvan de Souza
O Flamengo só precisava de um empate para ir à decisão da Taça Guanabara, mas fez mais do que isso. A equipe recebeu o Botafogo no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e venceu por 3 a 1, neste sábado

Everton, o estreante Henrique Dourado e Vinícius Júnior, com um golaço, marcaram para o time rubro-negro, que jogava pela igualdade na semifinal por conta da melhor campanha na fase classificatória. Kieza descontou para os visitantes.

Vinícius Júnior fez nos acréscimos o gol que fechou a conta e deu um tempero a mais no clássico ao comemorar com um 'chororô', o que deixou os botafoguenses revoltados e fez com que o jogo acabasse com um momento de tensão.

Agora, o Fla irá decidir o título do primeiro turno do Campeonato Carioca com o Boavista, que passou pelo Bangu ao empatar por 2 a 2 na última quinta-feira. A decisão irá ocorrer em 18 de fevereiro (domingo).

Com gol em seu primeiro jogo com a camisa rubro-negra, o Ceifador, que inclusive 'ceifou' na comemoração, mantém o bom momento em clássicos no Rio de Janeiro. Em 2017, pelo Fluminense, ele marcou três vezes contra o Flamengo e três contra o Vasco, mas havia passado em branco contra o Botafogo.

O resultado ainda amplia a turbulência no time alvinegro, que no meio da semana foi eliminado pela Aparecidense na primeira fase da Copa do Brasil e viu a torcida protestar.

O jogo - O início do duelo em Volta Redonda foi bastante disputado entre as duas intermediárias. O Botafogo começou marcando em cima, tentando segurar o setor de criação do adversário, mas o Flamengo logo assumiu o controle da partida, e ao time alvinegro restou a opção dos contra-ataques.

A equipe rubro-negra tinha a posse de bola e chegava perto da área com frequência, mas a primeira finalização ao gol só aconteceu aos 17 minutos. Diego cobrou falta da intermediária, bem no centro do gramado, e levantou na área, encobrindo a linha da zaga. Henrique Dourado apareceu sozinho e cabeceou no canto esquerdo, mas a bola passou rente à trave da meta de Jefferson.

Aos 27, novo lance que quase originou o primeiro gol do jogo. Falta frontal na frente da área, e Diego e Paquetá se colocaram para a cobrança. O camisa 10 fez que ia bater, mas foi o jovem da base que cobrou com categoria por cima da barreira, e a bola explodiu no travessão.

Só dava Flamengo em campo, e o Botafogo não conseguia segurar a bola para construir jogadas. Sem um meio de campo efetivo, restava ao time alvinegro tentar a ligação direta da defesa com o ataque, mas com Juan e Réver bem na partida, as tentativas eram sempre interceptadas.

Aos 35, o placar foi aberto no Raulino de Oliveira. Éverton Ribeiro recebeu na direita e, com um toque, ia dando um lençol em Pimpão, mas foi seguro pelo atacante. Falta em que Diego levantou na área. Enquanto a zaga do Botafogo se preocupava em marcar Juan, Réver e Dourado, o pequeno Everton ficou livre para cabecear cruzado e vencer Jefferson, que nada pôde fazer para evitar o gol.

O gol não mudou em nada o panorama da partida. O Botafogo continuou com dificuldades na criação de jogadas, o Fla manteve o domínio absoluto do jogo e por pouco não marcou o segundo antes do intervalo. Aos 39, Paquetá recebeu na direita da área, fez grande jogada e atrasou para a chegada de Pará. O lateral bateu de primeira, e a bola passou perto do gol de Jefferson. Dois minutos depois, foi a vez de Everton fazer grande jogada pela esquerda, entrar na área e tentar de bico a finalização. O goleiro adversário defendeu com a ponta da chuteira e mandou para escanteio.

Sem o veterano Juan, que se queixou de uma pancada e foi substituído por Rhodolfo no intervalo, o Flamengo retornou para a segunda etapa disposto a matar o jogo. Com 1 minuto de bola rolando, Everton recebeu em profundidade na esquerda, seguiu em alta velocidade até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Paquetá, que entrava na área. O meia bateu de primeira e a bola passou muito perto do travessão.

Aos 3, Diego avançou pela direita e cruzou do outro lado da área. Paquetá tocou para trás de primeira, e Henrique Dourado, mesmo marcado, finalizou para o fundo da rede e ampliou para 2 a 0. Na comemoração de seu primeiro gol com a camisa rubro-negra, o atacante fez seu gesto característico de 'ceifador'.

O Botafogo parecia batido em campo, e o Flamengo continuava em busca do gol. Aos 6, Paquetá roubou uma bola na saída do adversário, e o ataque rubro-negro trocou uma sequência de passes até que Diego rolou para Renê, dentro da área. O lateral, de frente para gol, chutou em ciam de Jefferson.

Aos 18, Diego, da meia-lua da área, abriu para pará na direita. O lateral levantou na área, e o próprio Diego cabeceou da entrada da pequena área, mas pegou mal na bola e ela subiu demais.

O técnico Felipe Conceição, que no intervalo já tinha trocado Valencia por Renatinho, fez outra substituição que afetou o resultado da partida: Kieza entrou no lugar de Pimpão.

Com quatro minutos em campo, o atacante diminuiu para o Botafogo e colocou o time alvinegro novamente no jogo. A jogada começou com Renatinho, que partiu em velocidade no contra-ataque e fez ótimo lançamento para Kieza. O atacante ganhou espaço nas costas de Réver, entrou na área e bateu no ângulo de César.

Após o gol, Réver, que fazia sua primeira partida na temporada, sucumbiu ao cansaço e ao calor e pediu substituição. O volante Jonas entrou improvisado para compor a zaga.

O gol animou o Botafogo, que, mesmo desorganizado, passou a buscar mais o jogo. O técnico Paulo César Carpegiani decidiu dar sangue novo ao time, e trocou o também cansado Paquetá pela joia Vinícius Júnior, aos 31.

O Flamengo continuava mais perigoso e jogando em velocidade. Vinícius Júnior teve duas boas oportunidades, aos 39 e aos 43, mas foi nos acréscimos, aos 48, que a promessa fechou o placar. Em uma jogada individual pela esquerda, o atacante ajeitou e chutou de fora da área no ângulo oposto do golerio Jefferson: 3 a 1. Na comemoração, o atacante provocou a torcida adversária com o gesto do 'chororô' e provocou um princípio de confusão com o banco do Botafogo.



Fonte: 

Foto: Reprodução/Arquivo

Um acidente com um Kadett que levava nove passageiros deixou quatro mortos e cinco feridos no km 28 da rodovia PR 567, em Cianorte (nordeste), por volta das 3h40 deste sábado (10). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o veículo trafegava no sentido do Distrito de São Lourenço para Cianorte quando o condutor perdeu o controle e bateu em uma árvore, capotando em seguida.

Três pessoas morreram no local: um homem, uma menina de dez anos, um menino de cinco e uma menina de seis anos de idade. As vítimas com vida foram socorridas para a Santa Casa de Cianorte, mas um bebê de nove meses não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. O Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão fará o exame necroscópico. 

Outras quatro vítimas – três adultos entre 20 a 30 anos e uma criança de seis anos – permanecem internadas na Santa Casa, mas não correm risco de morte. Os ocupantes do veículo eram de duas famílias diferentes. Até as 10h deste sábado, não a Polícia Rodoviária Estadual não tinha a identificação dos passageiros. 

O motivo do acidente é desconhecido, mas a pista estava molhada devido às chuvas. O caso será investigado pela polícia.



Fonte: 


Foto: Arquivo/Agência Brasil

Na internet é possível encontrar uma infinidade de produtos sendo vendidos por meio de grupos em redes sociais, sites e, até mesmo, via WhatsApp. No entanto, uma modalidade de golpe, que já não é tão nova assim, usa as redes sociais para tentar fazer pessoas caírem em armadilhas. 

Você já deve ter visto alguma postagem em algum grupo no Facebook dizendo "Compre um cartão de crédito por R$ 200 com limite de R$ 1 mil para usar em até 30 dias" ou alguma informação parecida com esta. 
A reportagem do Portal Bonde teve acesso a uma postagem como esta mencionada acima e conversou com o dono da publicação. A postagem estava em um grupo conhecido em Londrina no Facebook, e foi colocada por um perfil feminino. No entanto, ao entrar em contato, um número para conversar no WhatsApp foi informado, com DDD de São Paulo e perfil masculino. 

Durante a conversa, foi perguntado como isso tudo funciona. A pessoa respondeu que tem vários cartões de crédito que recebe dos Correios e bancos com todas as bandeiras (Visa, MasterCard, Elo, entre outras). "Recebo vários cartões por dia, na faixa de 20 a 40. Como são muitos, não vence o gasto. Uso na faixa de um ou dois com limites de R$ 700 até R$ 18 mil. Tenho nesses valores a pronta entrega. Funciona assim, os cartões não vão em seu nome, vão em nome de terceiros. E também não vai fatura, você só paga o valor que passo na tabela. Acabando o limite, você pode descartar o cartão. E depois você pode pedir outros", explica. 

Além disso, a pessoa ressalta que só trabalha com entrega pelos Correios via Sedex 10. Se for da mesma região, o prazo de entrega é de 24 horas até dois dias úteis. "Não entrego em mãos. Se for na região se São Paulo, mando pelo moto bit. Os valores eu parcelo em até três vezes o limite para facilitar. Para mandar o cartão preciso dos seguintes dados: nome, CEP, número, o valor mínimo que você pode enviar, onde você trabalha e seu número de whats. O cartão eu já mando desbloqueado junto com a senha, ou passo a senha por whats, e-mail ou Facebook." 
A pessoa afirma que a tabela foi atualizada nesta semana. Se alguém quiser comprar um cartão com R$ 1 mil de limite, ela paga R$ 290. Se for de R$ 1,7 mil, paga duas parcelas de R$ 190. E os limites seguem até o valor de R$ 18 mil, pagando em duas parcelas de R$ 2,5 mil, três de R$ 1.667 ou quatro de R$ 1.260. "Uma parcela você paga no ato da compra, outra depois que usa, a terceira após 15 dias e a quarta e última, após um mês de uso." Outra coisa que o "vendedor" orienta é que o cliente deve usar o limite em até 30 dias, e que o uso é "totalmente seguro" e a conta não vai para ninguém. 

A reportagem conversou com Edgard Soriani, delegado do 1º Distrito Policial de Londrina, que disse já ter investigado casos desse tipo. "Eles conseguem obter os dados bancários das pessoas por meio de sites fantasmas que infectam computadores com algum malware e vendem para as pessoas fazerem compras. Muitas vezes, eles não sabem quanto tem de dinheiro. Existem grupos específicos para fraude. E é importante lembrar que quem compra um cartão como este está sendo conivente e pode responder por estelionato." 

Outra forma que podem utilizar para conseguir esses cartões é solicitando em estabelecimentos como supermercados ou lojas de departamentos, informando dados de um terceiro, entre outras possibilidades. 

No entanto, o delegado afirma que é muito complicado conseguir pegar essas pessoas. "Eles utilizam perfis falsos nas redes sociais e, em 99% das vezes, os números de WhatsApp são criminosos. Eles usam e já descartam. Se ainda fosse com DDD da região seria mais fácil de investigar." Para se proteger, o delegado ressalta que é importante fazer compras online somente em sites considerados seguros. E, claro, ficar sempre atento às páginas quando for realizar algum pagamento na internet, pois algum vírus pode duplicar a página virtual e o pagamento pode ser feito aos fraudadores.




Fonte: 

Gustavo Oliveira/LEC

Na matinê deste sábado (10) no Estádio do Café, só um time saiu de campo com motivos para comemorar. Apostando na base coxa-branca, o Coritiba entrou no gramado com uma equipe formada, principalmente, por jovens promessas e fez a festa com um 3 a 0 para cima do LEC, que ficará de ressaca durante o Carnaval. 

A próxima partida do Tubarão será na Quarta-feira de Cinzas, quando o time alviceleste pega o Cascavel, às 21h45, no Olímpico Regional, e precisa de um bom resultado para garantir a classificação para as semifinais da Primeira Taça do Estadual. O Coxa também está na luta por uma vaga, no mesmo horário, contra o Toledo. Enquanto o Atlético-PR está garantido na liderança do Grupo B com 13 pontos, Londrina e Toledo brigam pela segunda vaga. Ambos estão com seis pontos na tabela.


Fonte:



Foto: Reprodução/Twiter
Escândalo no Paraguai. Fotos íntimas do presidente do Rubio Ñu com um dos jogadores do clube caíram nas redes sociais e revelaram uma relação amorosa entre eles. Após o vazamento das imagens, o dirigente, Antonio González, assumiu o romance com o atleta Bernardo Gabriel Caballero, mas o acusou de querer chantageá-lo.

“Vamos ser honestos, Caballero estava comigo no Rubio Ñu, era muito especial para mim. Era o meu companheiro. E tinha todos os privilégios: carros que nunca pensou dirigir, como uma Mercedes Benz, Land Cruiser, Prado, Hilux… de repente apareceu uma velha louca. Ele era meu parceiro sentimental e peço desculpas se isso incomoda muitos. Sou sincero”, afirmou Antonio González ao jornal ‘Hoy’.

“Um homem é mil vezes mais ciumento do que uma mulher, não gosto que me ameace”, acrescentou.
De acordo com o dirigente, as imagens estavam sendo usadas para fazer chantagem. O objetivo do jogador era deixar o clube. E ainda segundo a publicação, a confusão começou quando surgiu um novo empresário do atleta, chamado Valentín. A imprensa local fala em um triângulo amoroso, que acabou gerando ciúmes e, em seguida, desencadeou o escândalo.